Artrite de Takayasu - Síndromes Raras, Definição, Prevalência, Hereditariedade, Fisiopatologia, Causas, Sinais e Sintomas, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção - Doenças Raras Inflamatórias - Musculares - Músculo - Tecido Humano

Tipo de Patologia:

  • É uma doença inflamatória de causa desconhecida que afeta a aorta e as suas ramificações.
  • A sintomatologia inicial é inespecífica.
  • Um médico pode não suspeitar da doença até que se desenvolvam sintomas devido ao estreitamento das artérias. Isto pode acontecer em meses, ou mesmo anos, após o início da doença.

Sinais e Sintomas:

  • Pressão arterial elevada sem causa explicativa
  • Dificuldade em medir a pressão arterial num dos hemisferios
  • Diferença na leitura da pressão arterial entre os dois braços ou sintomas de má circulação.

O médico pode suspeitar de que um doente sofre de uma arterite de Takayasu se apresentar três dos 6 critérios desenvolvidos pelo American College of Rheumatology para distinguir esta entidade de outras formas de vasculite:

  • Sintomas com início antes dos 40 anos de idade
  • Fraqueza muscular e dor quando o doente move os braços ou as pernas
  • Um pulso fraco na artéria braquial (artéria principal do braço)
  • Um som denominado sopro, que indica um fluxo de sangue turbulento, quando o médico ausculta a aorta ou uma artéria subclávia com o estetoscópio
  • Sinais de lesão da aorta ou de outras artérias através de angiografias
  • Uma diferença de, pelo menos, 10 mmHg na pressão arterial sistólica entre o braço direito e o esquerdo.

Tratamento:

  • Terapêutica com glucocorticóides, como a prednisona.
  • Imunossupressores, no caso de os corticoides se mostrarem pouco eficazes, incluindo o metotrexato, a azatioprina, o micofenolato, a leflunomida ou a ciclofosfamida.
  • Estudos recentes sugerem que o adalimumab injectável, o etanercept ou o infliximab podem ser úteis para controlar a inflamação vascular da arterite de Takayasu quando os outros medicamentos falham.
  • Podem igualmente ser necessários medicamentos para controlar uma pressão arterial elevada.

Se a arterite de Takayasu tiver causado um estreitamento significativo de uma artéria, o segmento estreitado pode necessitar de ser alargado ou reparado. Dependendo da artéria afectada, isso pode ser realizado de três formas:

  • Cirurgia tradicional
  • Angioplastia transluminal percutânea com balão, na qual um pequeno balão é inserido no vaso sanguíneo e, em seguida, insuflado para proporcionar a sua dilatação
  • Colocação percutânea de um stent, na qual um pequeno dispositivo de rede é colocado na artéria para manter o vaso sanguíneo aberto

Outras Considerações:

  • A prevalência sexual é de 1 homem por cada 8 mulheres, mostrando uma maior frequência em mulheres asiáticas, embora esta patologia seja diagnosticada um pouco por todo o mundo.
  • Os primeiros sintomas surgem geralmente entre os 15 e os 30 anos. 

Partilhe este artigo
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comments

 
RSS ArtigosRSS ComentáriosVoltar ao topo
© 2012 As Doenças Raras ∙ Template por BlogThietKe