Síndrome da Boca Escaldada - Síndrome de Ardência Bucal - Síndromes Raras, Definição, Prevalência, Hereditariedade, Fisiopatologia, Causas, Sinais e Sintomas, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção - Doenças Raras na Boca - Estomatologicas - Da Cavidade Oral

Tipo de Patologia:

  • É uma doença de origem desconhecida caracterizada pela sensação de queimadura na boca, por vezes pode ser limitada apenas à língua ou associada a outros sintomas.
  • Apesar de não conseguir-se determinar a sua origem, esta patologia é também identificada com outros nomes ou distúrbios associados localmente (cavidade oral): Síndrome de Ardência Bucal, Stomatodynia, Estomatopirose, Glossopirose, Glossodínia, Boca Lixa, Língua Seca ou Disestesia Oral.
  •  À exploração visual da boca, mais testes laboratoriais, não é detetada qualquer anormalidade, seja médica ou odontológica.
  • Existe pouca informação sobre a sua etiologia e sobre a sua fisiopatologia mas segundo os dados disponíveis a causa poderá ser multifatorial.

Principais Sinais e Sintomas:

  • Sensação de queimadura/dor/desconforto na boca (língua, palato, lábios, gengivas)
  • Boca seca (pode envolver apenas língua)
  • Parestesias da face
  • Alteração do paladar
  • Prurido oral
  • Lábios rachados
  • Gosto metálico

Tratamento:

  • Aplicação de laser de díodo com baixo nível
  • Ácido lipóico e gabapentina em combinação ou separadamente.
  • Lubrificantes orais
  • Paroxetina (antidepressivo) combinada com terapia cognitivo-comportamental.
  • Clonazepam
  • Pregabalina
  • Acupuntura

Outras Considerações:

  • A sua prevalência é maior nas mulheres numa relação de 33/1 em relação aos homens.
  • Na mulher desenvolve-se normalmente após a menopausa.
  • Atualmente existem muitas dúvidas se este é um distúrbio fisiológico de origem ou uma manifestação de distúrbios psicossomáticos.
  • A dor é persistente, apesar de ter uma intensidade variável. A tendência é para que aumente com o passar do dia.
  • Não há correlação direta entre os hábitos nutricionais ou estilo de vida.
  • Dados recentes apontam para neuropatias centrais e periféricas, o que em alguns pacientes podem representar uma síndrome de dor psicológica (fantasma).
  • Esta doença pode ser confundida com candidíase, deficiências na secreção salivar, efeitos secundários de alguns medicamentos, alcoolismo, doenças do sistema autoimune, diabetes, anemia, problemas renais.
Partilhe este artigo
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comments

 
RSS ArtigosRSS ComentáriosVoltar ao topo
© 2012 As Doenças Raras ∙ Template por BlogThietKe