Síndrome de Brown Sequard - Síndromes Raras, Definição, Prevalência, Hereditariedade, Fisiopatologia, Causas, Sinais e Sintomas, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção - Doenças Raras Mentais - Psicológicas - Psiquiátricas - Cerebrais - Foro Neurológico

Tipo de Patologia:

  • É um conjunto de sintomas que surgem a partir de uma hemissecção (secção do lado direito ou esquerdo) da medula espinal.
  • A espinal medula é composta por neurônios motores descendentes e por neurônios sensitivos ascendentes, que parcialmente cruzam para o outro lado da medula. Uma pequena lesão medular unilateral resulta em um quadro clínico com ambos os lados do corpo afetado. No lado com lesão há perda da função motora da propriocepção (perceção da posição dos membros e articulações) e da sensibilidade epicrítica (perceção de vibração e toque fino). No lado oposto há perda da sensibilidade protopática (perceção grosseira da dor, temperatura e pressão).
  • É caracterizada por uma lesão em cada um dos três sistemas neurais principais: no trato cortico-espinhal, no fascículo grácil e fascículo cuneiforme do sistema coluna dorsal-lemnisco medial, no trato espino-talâmico e no trato espinocerebelar. Os feixes do sistema nervoso autônomo também podem ser lesados.
  • Os sinais e sintomas dependem da localização da lesão.

Principais Sinais e Sintomas:

  • Perda de sensação de dor, temperatura e pressão
  • Hiperestesia
  • Hiperalgesia
  • Paresia
  • Paralisia espástica
  • Paralisia flácida
  • Pele fria e cianosada
  • Anidrose (diminuição ou extinção do suor)

Tratamento:

  • Embora a cirurgia à coluna vertebral proporcione, raras melhoras nos défices neurológicos, ela facilita a remobilização do paciente e os cuidados em geral. A longo prazo está comprovada uma melhoria das capacidade em o paciente utilizar uma cadeira de rodas melhores.
  • Após o tratamento médico, o paciente pode se beneficiar de fisioterapia.

Outras Considerações:

  • A sua prevalência é desconhecida, sabe-se contudo que é uma doença extremamente rara.
  • Foi descrita pela primeira vez em 1850 pelo famoso neurologista britânico/mauriciano Charles-Édouard Brown-Séquard, que estudou a anatomia e fisiologia da medula espinhal.
  • Esta patologia ocorre na maioria das vezes com a rutura ou lesão da espinal medula, ocorrendo também, mas com menor frequência, com tumores no canal vertebral e lesões vasculares como por exemplo oclusão arterial.
  • Normalmente esta síndrome isolada não causa danos à bexiga urinária, reto ou à potência sexual.
  • O diagnóstico é clínico, baseado apenas na história médica e no exame físico do paciente.
Partilhe este artigo
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comments

 
RSS ArtigosRSS ComentáriosVoltar ao topo
© 2012 As Doenças Raras ∙ Template por BlogThietKe