Cefaleia em Salvas - Cefaleia de Hort

A Cefaleia em Salvas é uma dor de cabeça unilateral que pode envolver lacrimejamento ocular e congestão nasal. Os episódios ocorrem regularmente durante uma semana a um ano, separados por longos períodos sem dor, pelo menos 1 mês, mas possivelmente mais. Outros tipos comuns de dores de cabeça incluem a enxaqueca e a cefaleia tensional. É também conhecida por Cefaleia de Hort.

As dores de cabeça são uma forma bastante comum de doença crónica. Eles são quatro vezes mais comuns em homens do que em mulheres. As dores de cabeça podem ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum na adolescência e idade média. Eles tendem a ocorrer em famílias, transmitida através dos genes.

A dor de cabeça surge mais comumente duas a três horas após adormecer. No entanto, pode ocorrer enquanto se está acordado e tende a aparecer na mesma altura do dia. A dor pode ocorrer diariamente durante meses, alternando com períodos sem dores, ou podem recorrer por um ano ou mais sem parar (dor crónica).

A cefaleia ocorre apenas num dos lados da cabeça e pode ser descrita como:

  • Ardente
  • Forte
  • Estável
  • Pode ocorrer em torno de um olho ou na sua parte traseira
  • Pode envolver um lado do rosto e do pescoço
  • Pode piorar rapidamente, com picos em aproximadamente 5 a 10 minutos
  • A dor mais severa pode durar desde 30 minutos até 2 horas
  • O olho e nariz, no mesmo lado que a dor de cabeça, podem também ser afectados:
  •  Inchaço sob ou ao redor dos olhos (podem afetar ambos os olhos)
  • Lacrimejamento excessivo
  • Olhos vermelhos
  • Rinorreia (corrimento nasal) ou unilateral nariz entupido (mesmo lado que a dor de cabeça)
  • Rosto vermelho corado.

Causas

Os investigadores não sabem exatamente o que causa a Cefaleia em Salvas, mas parece estar relacionada com a súbita libertação de histamina ou serotonina pelo organismo. Um problema de uma pequena área na base do cérebro, conhecida pelo hipotálamo, pode estar envolvida.

Sinais e Sintomas Gerais

  • Cefaleia grave e súbita em apenas um lado da cabeça
  • Congestão nasal
  • Olhos lacrimejantes
  • Náuseas
  • Vómitos
  • Sonolência
  • Alteração da visão
  • Convulsões.

O que pode desencadear uma crise:

  • Fumo
  • Álcool
  • Tabaco
  • Altitudes elevadas (trekking, viagens aéreas)
  • Luz brilhante (incluindo luz solar)
  • Esforço
  • Calor (tempo quente, banhos quentes)
  • Alimentos ricos em nitritos (como toucinho e carnes conservadas)
  • Medicamentos
  • Cocaína.

Diagnóstico

O diagnóstico estabelece-se através da realização de um exame físico, histórico clínico e pela identificação dos sintomas. Testes, como uma ressonância magnética craniana, pode ser necessário para excluir outras causas de dor de cabeça.

Tratamento

O tratamento faz-se com medicamentos para prevenção das dores de cabeça. As escolhas são várias, a decisão é médica e normalmente após constatação do seu benefício. Os analgésicos e os narcóticos não costumam aliviar a Cefaleia em Salvas. Evitar tudo aquilo que possa despoletar uma crise e identificar os fatores mais importantes.

Prognóstico

Esta patologia não é fatal e, geralmente, não causa alterações permanentes no cérebro. No entanto, é uma condição crónicas e muitas vezes dolorosa o suficiente para interferir com as atividades de vida diária.

 Fontes:
Partilhe este artigo
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comments

 
RSS ArtigosRSS ComentáriosVoltar ao topo
© 2012 As Doenças Raras ∙ Template por BlogThietKe